Uma bruxa diferente

“Não acredito em bruxas mas que as há, isso há”

Desde crianças que ouvimos falar de Bruxas, nas histórias infantis têm por norma uma conotação negativa, crescemos a ouvir dizer que são más, vilãs e já adultos quando alguém tem um comportamento menos correcto connosco é frequente dizermos: - Aquela bruxa! – Quem nunca disse quando tudo começa a correr mal – Deve ser bruxaria!

 

E se alterássemos o nosso imaginário infantil e recriássemos esta vil personagem sob uma perspectiva diferente?

É essa a história que queremos esta semana.

Uma narrativa fictícia, infantil ou não, em que a personagem principal é uma bruxa diferente.

 

____________

 

O texto, com o máximo de 1000 palavras(*) - +/- duas páginas A4 - deve ser publicado no blog do seu autor até às 24 horas do próximo Domingo, dia 13 de Fevereiro.

  • Após a publicação o autor deverá deixar um comentário nest post  para que nos possa comunicar a sua participação e comprovar o cumprimento do prazo estabelecido.
  • A lista dos participantes, e links para os respectivos textos, será publicada na Segunda Feira, dia 14 de Fevereiro.

Dúvidas ? Consulta este post ou deixa-nos um comentário.

 

E façam o favor de se divertirem com isto!

publicado por Autores às 09:30 | link do post